Porquê Estudar?

Porquê Estudar?

 

Podemos apenas terminar com a atual globalização da guerra e substituí-la pela globalização da paz, se conseguirmos ativar novos recursos mentais e espirituais na humanidade. Como disse Albert Einstein, “O pensamento do futuro deve tornar a guerra impossível”.

O trabalho nos grupos de estudo visa desenvolver novos modos de pensar e espaços de diálogo, onde o conhecimento, a perspectiva e a compreensão profunda entre as pessoas sejam possíveis.

Estudar para nós não significa acumular, memorizar e repetir fatos. Estudar, para nós, significa aprender a criar espaços onde a consciência possa emergir e, com isso, “o Espírito possa vir à Terra” (Herman Hesse).  

Todos vimos de um contexto histórico e cultural em que o pensamento autêntico tem sido sistematicamente destruído para tornar as pessoas governáveis. A nossa cultura atual foi drenada de Geist (palavra alemã que não tem equivalente direto em português, combinando mente, espírito e intelecto). Ao dizermos “Geist”, queremos apontar para um poder de consciência inerente à própria vida. Cada pensamento gera mudanças no nosso próprio corpo - um pensamento que não o faça não é um pensamento verdadeiro. Viver a vida de uma maneira ‘geistica’ tem a ver com a compreensão que todos os processos vivos, em nós e no mundo são, no fundo, conduzidos pelo pensamento.

São novas formas de pensar que trazem à existência novas realidades. 

A curiosidade original e a prontidão para aprender com as quais uma criança descobre o mundo, que deveria permanecer por toda a vida em cada um, é sistematicamente apagada através da massiva cadeia de educação, escola, meios de comunicação e socialização. Estudar, nos termos de “Terra Nova”, é reapropriar-se do poder géistico perdido e libertar, de todos os grilhões mentais, o nosso impulso natural de aprender. É reconectar-se com a força das suas próprias habilidades cognitivas, aprendendo a compreender a vida e a condição humana e a nunca mais tratar outros seres humanos como inimigos. 

É reencontrar as nossas questões, verdadeiras e profundas, e seguí-las. A existência está cheia de respostas, mas elas só podem ser acedidas depois de encontradas as verdadeiras perguntas. 

O futuro está sempre presente. A lagarta contém toda a informação da borboleta. Da mesma forma, por detrás de toda a violência global, brota o sonho de uma nova Terra. Estudar significa conectar-se e concentrar-se nesse sonho, nessa informação. O desenvolvimento da visão é uma parte essencial para o nascimento de uma nova era. Quanto mais a visão de uma Terra Nova é percebida, examinada e compartilhada, mais ela se manifestará no planeta.